"Lembranças"

© theme
"We are not the same." Você dizia isso pra mim mil vezes e nessas mil vezes eu tentei te provar que nós combinamos um com outro.Nas gentilezas,nas trocas de carícias,enfim em tudo.E não tinha jeito.Um dia ou outro você iria gostar de mim no final e vice-versa,talvez.Mas no tempo em que as coisas não eram assim,sempre te imaginava do meu lado quando via sua foto,ou quando você passava por mim.Mas depois de tudo que passamos juntos,você foi embora e no final disso tudo,acabamos do mesmo jeito que começamos,um longe do outro.
"
"Você disse que tudo cansa um dia, e bem, chegou a minha vez. Cansei."
Requiz   (via defeiitos)
"
"Acho que você tem que enfiar a cara na lama, de vez em quando, acho que você tem que saber o que é uma prisão, o que é um hospital. Acho que você tem que saber o que é ficar sem comer por quatro ou cinco dias. Acho que viver com mulheres loucas faz bem para a espinha. Acho que você pode escrever com satisfação e liberdade depois de passar pelo aperto. Só digo isso porque todos os poetas que conheci têm sido uns frouxos, uns parasitas. Não tinham nada pra escrever, exceto sua egoísta falta de persistência."
Charles Bukowski. (via cerejeiro)
set-my-love-on-fire:

All I want in life is for somebody to say this to me..

set-my-love-on-fire:

All I want in life is for somebody to say this to me..

aplaceforart:

more art here

aplaceforart:

more art here


Nature/Love/quotes

Nature/Love/quotes

Ask me anythingSubmitNext pageArchive

"Você disse que tudo cansa um dia, e bem, chegou a minha vez. Cansei."

- Requiz   (via defeiitos)

"Acho que você tem que enfiar a cara na lama, de vez em quando, acho que você tem que saber o que é uma prisão, o que é um hospital. Acho que você tem que saber o que é ficar sem comer por quatro ou cinco dias. Acho que viver com mulheres loucas faz bem para a espinha. Acho que você pode escrever com satisfação e liberdade depois de passar pelo aperto. Só digo isso porque todos os poetas que conheci têm sido uns frouxos, uns parasitas. Não tinham nada pra escrever, exceto sua egoísta falta de persistência."

- Charles Bukowski. (via cerejeiro)